BM News

Exposição celebra os 80 anos da Biblioteca Pública Castro Alves em Bento

Ação integra programação da Feira do Livro

Até o dia 30 de outubro, no Salão Nobre da Prefeitura, a comunidade de Bento Gonçalves poderá conferir a exposição "80 Anos da Biblioteca Pública Castro Alves". Integrando a programação da 35ª Feira do Livro, a exposição irá apresentar documentos antigos como, correspondências, seu primeiro regulamento, a nota de aquisição dos primeiros livros do acervo, certificações de entidade cultural recebidas pela biblioteca, entre outros. 

Além disso, estão expostos alguns dos cartazes de divulgação das primeiras Feiras do Livro do município, obras raras do acervo de coleções especiais da biblioteca, algumas imagens do acervo visual, a exemplo do quadro com a representação de Castro Alves, retratado por Siqueira. 

Na curadoria da exposição foram realizadas entrevistas com pessoas que atuaram na biblioteca, a exemplo da primeira bibliotecária de formação, Eunice Pigozzo, que exerceu a profissão entre 1987 e 2017, e é uma das homenageadas da 35ª Feira do Livro; a atual bibliotecária e coordenadora da Biblioteca Pública Castro Alves, Paula Porto Gautério, responsável pelo mais recente destaque da biblioteca como primeira Biblioteca Digital do Rio Grande do Sul; Robert Mello, educador social que atua na biblioteca desde 2020, que destacou em sua entrevista a importância do projeto para a compra de dispositivos de leitura de livros digitais (tablets), móveis para o espaço que foi criado e a licença para acesso de uma plataforma de livros digitais, com um acervo de mais de 30 mil livros infantis, infantojuvenis e adultos de diversos gêneros, em distintos idiomas, além de jornais e revistas do mundo inteiro.  

Também foram entrevistadas pessoas que frequentaram a Biblioteca Pública Castro Alves em distintas épocas e tiveram suas vidas transformadas pelo acesso à cultura, ao conhecimento e à leitura, como a artista Márcia Carraro, o jornalista e escritor Rodrigo de Marco e o acadêmico do curso de Engenharia Física da USP, Douglas Parodes Benites.  

De acordo com a historiadora, doutora em História e curadora da mostra, Cristine Tedesco "com a exposição espera-se chamar a atenção da comunidade para a importância da Biblioteca Pública Castro Alves como espaço de cultura nesses seus 80 anos de trajetória, com destaque para o trabalho de democratização do acesso aos livros e formação de leitores críticos".  

O Secretário de Cultura, Evandro Soares destacou que a "Feira do Livro, realizada em um momento tão diferente para humanidade, homenageia a cultura, evidenciada nos 80 anos da Biblioteca Pública Castro Alves. Essa exposição conta um pouco dessa história, convido todos para conhecerem", disse. 

O Prefeito Guilherme Pasin relembrou a época que passava as tardes na biblioteca. "Convivi muito tempo entre os livros da biblioteca, estudando, lendo, vivendo nesse ambiente. Hoje temos uma biblioteca com um acervo digital, um espaço premiado e que mantem vivo esse mundo da leitura". 

A exposição pode ser conferida no Salão Nobre da Prefeitura das 8h às 11:45 e das 13:30 às 17:45.

 

Histórico da Biblioteca Pública Casto Alves  

A biblioteca foi criada por meio de decreto municipal, em 20 de agosto de 1940, instalada em 11 de fevereiro de 1941 e regulamentada em 28 de setembro de 1973. Ao longo de seus 80 anos, a biblioteca foi instalada na rua Marechal Deodoro, posteriormente transferida para o prédio da prefeitura, onde foi dirigida por Maria Antonieta Lisboa (in memoriam). No final da década de 1970 a biblioteca foi transferida para as dependências da Ascar e coordenada por Ledaires Tremea Lodi. A biblioteca ainda teria seu acervo transferido para a Escola Estadual Mestre Santa Bárbara, Galeria Zanoni, antigo prédio da Caixa Econômica Federal, localizado ao lado do Clube Aliança, Rua Treze de Maio, Rua Ramiro Barcelos e finalmente para a Rua Barão do Rio Branco, onde funciona atualmente em residência alugada pela Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves. 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Exposição celebra os 80 anos da Biblioteca Pública Castro Alves em Bento

Até o dia 30 de outubro, no Salão Nobre da Prefeitura, a comunidade de Bento Gonçalves poderá conferir a exposição "80 Anos da Biblioteca Pública Castro Alves". Integrando a programação da 35ª Feira do Livro, a exposição irá apresentar documentos antigos como, correspondências, seu primeiro regulamento, a nota de aquisição dos primeiros livros do acervo, certificações de entidade cultural recebidas pela biblioteca, entre outros. 

Além disso, estão expostos alguns dos cartazes de divulgação das primeiras Feiras do Livro do município, obras raras do acervo de coleções especiais da biblioteca, algumas imagens do acervo visual, a exemplo do quadro com a representação de Castro Alves, retratado por Siqueira. 

Na curadoria da exposição foram realizadas entrevistas com pessoas que atuaram na biblioteca, a exemplo da primeira bibliotecária de formação, Eunice Pigozzo, que exerceu a profissão entre 1987 e 2017, e é uma das homenageadas da 35ª Feira do Livro; a atual bibliotecária e coordenadora da Biblioteca Pública Castro Alves, Paula Porto Gautério, responsável pelo mais recente destaque da biblioteca como primeira Biblioteca Digital do Rio Grande do Sul; Robert Mello, educador social que atua na biblioteca desde 2020, que destacou em sua entrevista a importância do projeto para a compra de dispositivos de leitura de livros digitais (tablets), móveis para o espaço que foi criado e a licença para acesso de uma plataforma de livros digitais, com um acervo de mais de 30 mil livros infantis, infantojuvenis e adultos de diversos gêneros, em distintos idiomas, além de jornais e revistas do mundo inteiro.  

Também foram entrevistadas pessoas que frequentaram a Biblioteca Pública Castro Alves em distintas épocas e tiveram suas vidas transformadas pelo acesso à cultura, ao conhecimento e à leitura, como a artista Márcia Carraro, o jornalista e escritor Rodrigo de Marco e o acadêmico do curso de Engenharia Física da USP, Douglas Parodes Benites.  

De acordo com a historiadora, doutora em História e curadora da mostra, Cristine Tedesco "com a exposição espera-se chamar a atenção da comunidade para a importância da Biblioteca Pública Castro Alves como espaço de cultura nesses seus 80 anos de trajetória, com destaque para o trabalho de democratização do acesso aos livros e formação de leitores críticos".  

O Secretário de Cultura, Evandro Soares destacou que a "Feira do Livro, realizada em um momento tão diferente para humanidade, homenageia a cultura, evidenciada nos 80 anos da Biblioteca Pública Castro Alves. Essa exposição conta um pouco dessa história, convido todos para conhecerem", disse. 

O Prefeito Guilherme Pasin relembrou a época que passava as tardes na biblioteca. "Convivi muito tempo entre os livros da biblioteca, estudando, lendo, vivendo nesse ambiente. Hoje temos uma biblioteca com um acervo digital, um espaço premiado e que mantem vivo esse mundo da leitura". 

A exposição pode ser conferida no Salão Nobre da Prefeitura das 8h às 11:45 e das 13:30 às 17:45.

 

Histórico da Biblioteca Pública Casto Alves  

A biblioteca foi criada por meio de decreto municipal, em 20 de agosto de 1940, instalada em 11 de fevereiro de 1941 e regulamentada em 28 de setembro de 1973. Ao longo de seus 80 anos, a biblioteca foi instalada na rua Marechal Deodoro, posteriormente transferida para o prédio da prefeitura, onde foi dirigida por Maria Antonieta Lisboa (in memoriam). No final da década de 1970 a biblioteca foi transferida para as dependências da Ascar e coordenada por Ledaires Tremea Lodi. A biblioteca ainda teria seu acervo transferido para a Escola Estadual Mestre Santa Bárbara, Galeria Zanoni, antigo prédio da Caixa Econômica Federal, localizado ao lado do Clube Aliança, Rua Treze de Maio, Rua Ramiro Barcelos e finalmente para a Rua Barão do Rio Branco, onde funciona atualmente em residência alugada pela Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves. 

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )