BM News

Grêmio vence o Bahia por 2 a 1 e se mantém na vice-liderança do Brasileirão

A vitória mantém o Tricolor na vice-liderança

 

Na noite desse sábado (1º), o Grêmio venceu seu terceiro jogo seguido no Campeonato Brasileiro. Pela 13ª rodada da competição, o Tricolor encarou o Bahia, em Salvador (BA), e conquistou os três pontos após o placar de 2 a 1. Com o resultado, o time gaúcho segue na vice-liderança, com 26 somados. O próximo compromisso será na quarta-feira (5), pela Copa do Brasil, também diante do time baiano, na Fonte Nova.

O técnico Renato Portaluppi escalou força máxima para o duelo. Com o esquema de três zagueiros e Suárez no comando do ataque, o Tricolor iniciou o jogo em cima do adversário.

 

Jogo

Logo no primeiro minuto, Reinaldo cobrou falta na cabeça de Carballo, mas a finalização foi para fora. Já ao dois, Cristaldo, por pouco, não rouba a bola do goleiro Marcos Felipe.

A partida era movimentada. Com quatro jogados, o Bahia tentou responder com Kanu, que isolou, sem perigo para Gabriel Grando. Pressionando, o Grêmio perdeu uma grande oportunidade aos cinco. Cristaldo encontrou Bitello, que, cara a cara com o goleiro, bateu na saída e a bola foi para fora, passando perto da trave.

A insistência tricolor surtiu efeito com o ponteiro chegando aos oito. Em uma bela jogada, Suárez encontrou Villasanti na área. O paraguaio ajeitou para Cristaldo, que chegou chutando firme, sem chances para o arqueiro baiano.

Ganhando a partida, o Grêmio não se intimidou e seguiu no ataque. Com 12’, Reinaldo recebeu de fora da área e bateu rasteiro, para defesa de Marcos Felipe. A partir daí, o jogo passou a ser lá e cá. Um minuto depois, foi a vez de Gabriel Grando salvar. Mingotti entrou dentro da pequena área e chutou cruzado, o arqueiro gremista espalmou e Reinaldo afastou.

Atuando em casa, o Bahia assustava o Tricolor. Aos 18’, Cauly recebeu na entrada da grande área e mandou uma bomba, a bola desviou e foi para escanteio. Com 19’, os adversários empataram com Kayky, que pegou a sobra, após Kannemann salvar em cima da linha.

Após o empate, a partida passou a ficar menos intensa no ataque e com mais troca de passes no meio-campo.

Só após os 27′ o duelo voltou a ter uma finalização a gol. Acevedo invadiu a área e bateu, fazendo Grando defender com tranquilidade.

Já o Grêmio tentou assustar os adversários aos 37’. Reinaldo cobrou falta e Bruno Uvini cabeceou, mas a bola subiu demais e foi pela linha de fundo. Com 41’, Cristaldo recebeu na área, caiu e pediu pênalti, mas a arbitragem nada marcou.

O Tricolor voltou para a segunda etapa sem mudanças. Foi o Bahia que iniciou os minutos finais pressionando. Com um jogado, Kayky entrou na área, driblou os defensores gremistas e chutou. A finalização desviou e foi para fora.

Assim como no primeiro tempo, o duelo era movimentado. Aos quatro, o Grêmio voltou a atacar. Reinaldo cobrou falta, Gustavo Martins desviou e Kannemann cabeceou na trave. Porém, o zagueiro tricolor estava impedido. Logo depois, aos seis, em mais uma falta, Suárez bateu direto, fazendo Marcos Felipe espalmar.

O ponteiro passava dos 10’, quando a partida passou a ficar mais truncada, com as duas equipes marcando e impedindo as ações de ataque. Aos 14’, o Grêmio conseguiu passar pelos defensores e fez o gol com Suárez, mas a arbitragem acionou o VAR e marcou impedimento do atacante.

O Tricolor voltou a atacar aos 26’. Após grande jogada de Villasanti, João Pedro ficou com a bola e chutou, para a defesa de Marcos Felipe.

Com 29’, Suárez saiu para a entrada de Vina. Logo após a troca, o camisa 11 já deu trabalho para a defesa adversária. Aos 31’, Bitello cruzou e a bola sobrou para Vina, que bateu para fora.

Em seguida, Bitello, pela direita, cruzou, buscando Cuiabano, mas a bola passou por todo mundo. O Tricolor seguiu em cima, pressionando. Um minuto depois, Villasanti bateu, de dentro da área, e Marcos Felipe espalmou. Na sobra, Cuiabano desperdiçou, ao não alcançar a bola.

Com 45’, Ferreira voltou a atuar e entrou na vaga de Carballo. Na primeira ação do camisa 10, ele marcou, após desvio, mas estava impedido.

Os minutos finais foram de pressão gremista. Aos 48’, Cuiabano bateu, o arqueiro espalmou e Vina cabeceou para fora. A insistência, mais uma vez deu certo, aos 49’. Ferreira trocou passes com Bitello. O camisa 10 cruzou para Gustavo Martins, que empurrou para as redes.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Veja também

Grêmio vence o Bahia por 2 a 1 e se mantém na vice-liderança do Brasileirão

Grêmio vence o Bahia por 2 a 1 e se mantém na vice-liderança do Brasileirão

A vitória mantém o Tricolor na vice-liderança

Sem gols, Inter empata com o Cruzeiro no Beira-Rio pelo Campeonato Brasileiro

Sem gols, Inter empata com o Cruzeiro no Beira-Rio pelo Campeonato Brasileiro

Colorados somam 21 pontos e deixam o G6

Inter vence o Independiente Medellín por 3 a 1 e está classificado para as oitavas de final da Libertadores

Inter vence o Independiente Medellín por 3 a 1 e está classificado para as oitavas de final da Libertadores

Os gols foram marcados por Maurício e Luiz Adriano (duas vezes)

Inter bate de virada o América-MG no Independência

Inter bate de virada o América-MG no Independência

Colorado tem pela frente um compromisso decisivo na Libertadores

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )