BM News

Jair Bolsonaro: apoio ao retorno da economia cumpre agenda do G-20

Presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada

Ao circular neste domingo pelas cidades-satélite de Ceilândia e Taguatinga, no Distrito Federal, e conversar com pequenos comerciantes, o presidente Jair Bolsonaro defendeu que “estamos cumprindo a agenda do G-20”. Lembrou que, “na última quinta-feira, na reunião do G-20, os líderes se comprometeram com quatro pontos: proteger vidas, salvaguardar os empregos e a renda das pessoas, restabelecer a confiança e minimizar interrupções no comércio. Com muita responsabilidade, estamos também cumprindo a agenda do G-20”.

A solução para o isolamento é “oito ou oitenta?”

O modelo de isolamento de pessoas para evitar a propagação da pandemia no País continua orientando debates técnicos e políticos. O vice-presidente, Hamilton Mourão, recomenda bom senso nesta questão, sempre levando em conta orientação de especialistas. Mas admite que logo adiante, será necessário flexibilizar.

Linha de equilíbrio

Ontem, o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi, foi protagonista de um encontro importante com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ali, o ministro foi claro ao admitir para os prefeitos que, com relação a essa dicotomia entre saúde e trabalho, “a linha de equilíbrio é difícil, mas é coisa de dois ou três meses, vai rachar para um lado ou para o outro. Ou funciona o isolamento em dois meses ou vai ter que liberar porque a economia não pode parar também, senão desmonta o país todo”.

Economia dá atenção aos municípios

Do Ministério da Economia os prefeitos não têm do que se queixar: Guedes disse que cumpriu a orientação de Jair Bolsonaro e autorizou a liberação de R$ 8 bilhões como incremento financeiro emergencial à atenção primária de saúde. Até o momento, foram liberados, por meio de duas portarias, o valor de R$ 1 bilhão para prefeituras de todo o País. Os municípios também tiveram de Paulo Guedes o compromisso do apoio financeiro no FPM (Fundo de Participação dos Municípios) para garantir o mesmo patamar de 2019 no montante de R$ 16 bilhões em quatro vezes.

Isolamento de Idosos em Porto Alegre: até o dia 15

É extremamente rigoroso o teor do Decreto 20.529 do prefeito Marchezan Júnior, proibindo, desde o ultimo dia 26, a circulação de idosos em parques e praças de Porto Alegre. Quem descumprir esta norma fica sujeito à multa, cujo valor máximo é de R$ 429,20. O decreto também mantém a regra de isolamento domiciliar para pessoas com 60 anos ou mais, que vale até o dia 15 de abril.

Agenda do presidente da República

O Palácio do Planalto disponibilizou a agenda do presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira. O único evento oficial será às 15 horas com Marcelo Álvaro Antônio, ministro de Estado do Turismo, e Gilson Machado, presidente da Embratur.

Governador Eduardo Leite

O governador Eduardo Leite terá, nesta segunda-feira, agenda intensa com compromissos no gabinete do Palácio Piratini. Começa logo às 9 horas com o secretário-chefe de Gabinete, Paulo Morales. Segue despacho com a secretária de Comunicação, Tânia Moreira, e no final da manhã, a apresentação de resultados do BRDE. À tarde, vai despachar no gabinete da Crise no Centro Administrativo e, depois, retorna ao Palácio para reunião com o secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb e outra, por videoconferência, com o secretário extraordinário de Parcerias, Bruno Vanuzzi.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Jair Bolsonaro: apoio ao retorno da economia cumpre agenda do G-20

Ao circular neste domingo pelas cidades-satélite de Ceilândia e Taguatinga, no Distrito Federal, e conversar com pequenos comerciantes, o presidente Jair Bolsonaro defendeu que “estamos cumprindo a agenda do G-20”. Lembrou que, “na última quinta-feira, na reunião do G-20, os líderes se comprometeram com quatro pontos: proteger vidas, salvaguardar os empregos e a renda das pessoas, restabelecer a confiança e minimizar interrupções no comércio. Com muita responsabilidade, estamos também cumprindo a agenda do G-20”.

A solução para o isolamento é “oito ou oitenta?”

O modelo de isolamento de pessoas para evitar a propagação da pandemia no País continua orientando debates técnicos e políticos. O vice-presidente, Hamilton Mourão, recomenda bom senso nesta questão, sempre levando em conta orientação de especialistas. Mas admite que logo adiante, será necessário flexibilizar.

Linha de equilíbrio

Ontem, o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi, foi protagonista de um encontro importante com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Ali, o ministro foi claro ao admitir para os prefeitos que, com relação a essa dicotomia entre saúde e trabalho, “a linha de equilíbrio é difícil, mas é coisa de dois ou três meses, vai rachar para um lado ou para o outro. Ou funciona o isolamento em dois meses ou vai ter que liberar porque a economia não pode parar também, senão desmonta o país todo”.

Economia dá atenção aos municípios

Do Ministério da Economia os prefeitos não têm do que se queixar: Guedes disse que cumpriu a orientação de Jair Bolsonaro e autorizou a liberação de R$ 8 bilhões como incremento financeiro emergencial à atenção primária de saúde. Até o momento, foram liberados, por meio de duas portarias, o valor de R$ 1 bilhão para prefeituras de todo o País. Os municípios também tiveram de Paulo Guedes o compromisso do apoio financeiro no FPM (Fundo de Participação dos Municípios) para garantir o mesmo patamar de 2019 no montante de R$ 16 bilhões em quatro vezes.

Isolamento de Idosos em Porto Alegre: até o dia 15

É extremamente rigoroso o teor do Decreto 20.529 do prefeito Marchezan Júnior, proibindo, desde o ultimo dia 26, a circulação de idosos em parques e praças de Porto Alegre. Quem descumprir esta norma fica sujeito à multa, cujo valor máximo é de R$ 429,20. O decreto também mantém a regra de isolamento domiciliar para pessoas com 60 anos ou mais, que vale até o dia 15 de abril.

Agenda do presidente da República

O Palácio do Planalto disponibilizou a agenda do presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira. O único evento oficial será às 15 horas com Marcelo Álvaro Antônio, ministro de Estado do Turismo, e Gilson Machado, presidente da Embratur.

Governador Eduardo Leite

O governador Eduardo Leite terá, nesta segunda-feira, agenda intensa com compromissos no gabinete do Palácio Piratini. Começa logo às 9 horas com o secretário-chefe de Gabinete, Paulo Morales. Segue despacho com a secretária de Comunicação, Tânia Moreira, e no final da manhã, a apresentação de resultados do BRDE. À tarde, vai despachar no gabinete da Crise no Centro Administrativo e, depois, retorna ao Palácio para reunião com o secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb e outra, por videoconferência, com o secretário extraordinário de Parcerias, Bruno Vanuzzi.

Veja também

sample52
Carlos Alberto Henricone
Carlos Alberto Henricone

Na lista dos campeões de audiência

sample52
Carlos Alberto Henricone
Carlos Alberto Henricone

Em que planeta estarão Suas Excelências?

sample52
Carlos Alberto Henricone
Carlos Alberto Henricone

Folha de pagamento do Estado já sente efeitos do vírus

sample52
Carlos Alberto Henricone
Carlos Alberto Henricone

O mundo volta às origens

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )