BM News

Pelotão de choque atuará com mais efetivo para conter onda de violência na Serra

Tropa especializada com 60 PMs, em 16 viaturas, trabalhará em conjunto com novo delegado e investigadores

A Serra recebe a partir desta quarta-feira (4) reforço de policiamento e investigação para o combate ao crime. O reforço será de 60 policiais de choque, em 16 viaturas que farão uma operação. Além disso, a Polícia Civil vai reforçar a Delegacia de Homicídios de Caxias, com mais um delegado e uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Em nota oficial, emitida pela SSP, está definida que as ações de policiamento e investigação permanecerão intensificadas, pelo menos, até a data de realização do 1º turno das eleições, em 15 de novembro, quando haverá mobilização integrada específica para garantir a segurança do pleito. Além disso, o Instituto-Geral de Perícias (IGP) determinou prioridade para os laudos relacionados a crimes de homicídios, o que também vai colaborar para acelerar as apurações.

O reforço do efetivo não foi definido apenas pelo aumento do número de casos, mas pela crueldade das ações.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Pelotão de choque atuará com mais efetivo para conter onda de violência na Serra

A Serra recebe a partir desta quarta-feira (4) reforço de policiamento e investigação para o combate ao crime. O reforço será de 60 policiais de choque, em 16 viaturas que farão uma operação. Além disso, a Polícia Civil vai reforçar a Delegacia de Homicídios de Caxias, com mais um delegado e uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Em nota oficial, emitida pela SSP, está definida que as ações de policiamento e investigação permanecerão intensificadas, pelo menos, até a data de realização do 1º turno das eleições, em 15 de novembro, quando haverá mobilização integrada específica para garantir a segurança do pleito. Além disso, o Instituto-Geral de Perícias (IGP) determinou prioridade para os laudos relacionados a crimes de homicídios, o que também vai colaborar para acelerar as apurações.

O reforço do efetivo não foi definido apenas pelo aumento do número de casos, mas pela crueldade das ações.

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )