BM News

Indivíduos são presos pichando muros em Bento Gonçalves

Ao total o grupo pichou em três muros

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Bento Gonçalves prendeu, por volta das 01h10min deste sábado (17) quatro pessoas flagradas pichando muros no bairro São Bento.

A prisão ocorreu durante operação da GCM destinada a preservação da ordem pública e garantia do sossego alheio.

Durante patrulhamento a guarnição da GCM, recebeu denúncia de que um muro havia sido pichado na rua Xingu, no bairro São Bento

Durante averiguação nas proximidades, flagrou 03(três) homens e 01( uma )mulher que faziam pichações na rua Tietê, e que portavam dois tubos "spray" de tinta e uma caneta de tinta.

Ao total o grupo realizou três pichações nas ruas Tietê e Xingu.

Com apoio de polícias da Brigada Militar, três homens - de 36, 24 e 20 anos - e uma mulher - de 18 anos - foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi lavrada a ocorrência pelo crime de pichar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano, previsto no artigo 65 da Lei n. 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais)

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Indivíduos são presos pichando muros em Bento Gonçalves

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Bento Gonçalves prendeu, por volta das 01h10min deste sábado (17) quatro pessoas flagradas pichando muros no bairro São Bento.

A prisão ocorreu durante operação da GCM destinada a preservação da ordem pública e garantia do sossego alheio.

Durante patrulhamento a guarnição da GCM, recebeu denúncia de que um muro havia sido pichado na rua Xingu, no bairro São Bento

Durante averiguação nas proximidades, flagrou 03(três) homens e 01( uma )mulher que faziam pichações na rua Tietê, e que portavam dois tubos "spray" de tinta e uma caneta de tinta.

Ao total o grupo realizou três pichações nas ruas Tietê e Xingu.

Com apoio de polícias da Brigada Militar, três homens - de 36, 24 e 20 anos - e uma mulher - de 18 anos - foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi lavrada a ocorrência pelo crime de pichar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano, previsto no artigo 65 da Lei n. 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais)

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )