BM News

Identificada dupla morta pela BM no interior de Bento

Dupla tinha diversos antecedentes criminais e eram da Facção Os Aberto

Fotos: Bruno Mezzomo/BM News

Foram identificados os bandidos que foram mortos pela Brigada Militar nesta sexta-feira (15) na localidade de KM 2, no interior de Bento Gonçalves após uma troca de tiros.

As vítmas foram identificadas como Reni Alves da Silva, 41 anos que havia sido preso no mesmo local no dia 25 de setembro do ano passado e Luís Fernando Zilli, 39 anos que tinha passagens policiais por tráfico do drogas, receptação, crime de tortura, posse de drogas e lesão corporal.

Na investida da polícia no ano passado, foram presos quatro homens e uma mulher, além de 18 tabletes de maconha pesando 17,7 quilos, dois tabletes de cocaína pesando dois quilos, uma PT 9mm raspada, uma PT 380, um Fuzil 556 marca colt, um rifle Cal.12, modelo 586, uma pistola, mais de R$ 2,3 mil em dinheiro e R$ 3,8 mil em cheques, duas balanças de precisão, 19 munições Cal.12, 60 munições Cal.556, 32 munições Cal.380, dois carregadores de fuzil 556, cinco aparelhos celulares, sete câmeras de monitoramento, um rolo de plástico filme, um rolo de sacolas, dois coldres, um relógio dourado, uma placa de colete tamanho G, um monitor de 32 polegadas, uma faca, um veículo Hyundai HB20 de cor prata e em veículo Toyota Corola de cor cinza.

Reni Alves da Silva tinha antecedentes por homicídio, ameaça, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. Ele recebeu Alvará de Soltura no dia 12 de dezembro e deixou a Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves. Os documentos foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, e assinados pela juíza de Direito, Fernanda Ghiringhelli de Azevedo.

Nesta sexta-feira (15) durante o patrulhamento no trecho, os policiais se depararam com Alves e Zilli armados com uma pistola e revólver e farta substância de entorpecentes. Os dois criminosos desobedeceram o comando de abordagem e investiram contra a guarnição com disparo de arma de fogo.

Junto com os indivíduos foram apreendidas duas mochilas com aproximadamente 5kg de maconha e a pistola e um revólver. O local foi isolado para o trabalho do Instituto Geral de Perícias. Viaturas do 4º BPChoque fizeram buscas minuciosas na localidade. 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Identificada dupla morta pela BM no interior de Bento

Foram identificados os bandidos que foram mortos pela Brigada Militar nesta sexta-feira (15) na localidade de KM 2, no interior de Bento Gonçalves após uma troca de tiros.

As vítmas foram identificadas como Reni Alves da Silva, 41 anos que havia sido preso no mesmo local no dia 25 de setembro do ano passado e Luís Fernando Zilli, 39 anos que tinha passagens policiais por tráfico do drogas, receptação, crime de tortura, posse de drogas e lesão corporal.

Na investida da polícia no ano passado, foram presos quatro homens e uma mulher, além de 18 tabletes de maconha pesando 17,7 quilos, dois tabletes de cocaína pesando dois quilos, uma PT 9mm raspada, uma PT 380, um Fuzil 556 marca colt, um rifle Cal.12, modelo 586, uma pistola, mais de R$ 2,3 mil em dinheiro e R$ 3,8 mil em cheques, duas balanças de precisão, 19 munições Cal.12, 60 munições Cal.556, 32 munições Cal.380, dois carregadores de fuzil 556, cinco aparelhos celulares, sete câmeras de monitoramento, um rolo de plástico filme, um rolo de sacolas, dois coldres, um relógio dourado, uma placa de colete tamanho G, um monitor de 32 polegadas, uma faca, um veículo Hyundai HB20 de cor prata e em veículo Toyota Corola de cor cinza.

Reni Alves da Silva tinha antecedentes por homicídio, ameaça, porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal. Ele recebeu Alvará de Soltura no dia 12 de dezembro e deixou a Penitenciária Estadual de Bento Gonçalves. Os documentos foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul, e assinados pela juíza de Direito, Fernanda Ghiringhelli de Azevedo.

Nesta sexta-feira (15) durante o patrulhamento no trecho, os policiais se depararam com Alves e Zilli armados com uma pistola e revólver e farta substância de entorpecentes. Os dois criminosos desobedeceram o comando de abordagem e investiram contra a guarnição com disparo de arma de fogo.

Junto com os indivíduos foram apreendidas duas mochilas com aproximadamente 5kg de maconha e a pistola e um revólver. O local foi isolado para o trabalho do Instituto Geral de Perícias. Viaturas do 4º BPChoque fizeram buscas minuciosas na localidade. 

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )