BM News

CIC-BG entrega pauta de reivindicações ao Presidente Jair Bolsonaro

Grande parte das solicitações do CIC-BG dizem respeito à infraestrutura nas estradas da região

Um dossiê, com documentos contendo reivindicações para sanar alguns dos gargalos mais caros à Serra gaúcha e, também, fomentar o desenvolvimento macro da região, foi entregue, pessoalmente, pelo presidente do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), Rogério Capoani, ao presidente da República, Jair Bolsonaro. O ato ocorreu na noite de 09 de julho, sexta-feira, em visita do Chefe da Nação ao município de Bento Gonçalves. O encontro ocorreu na vinícola Miolo, no Vale dos Vinhedos, em  audiência reservada para a qual o presidente Capoani foi convidado.

Na Carta assinada pelo CIC-BG, Capoani saúda a visita da maior autoridade do país a Bento Gonçalves – a segunda em menos de dois anos – e reforça o desejo de a Serra contribuir ainda mais com o desenvolvimento do país. Para isso, no entanto, pede a compreensão do presidente para atender a alguns pontos centrais dos setores produtivos. "Nesta terra que tanto se trabalha, que tanto contribui em impostos com seus polos moveleiro e vinícola, sabemos que podemos fazer mais. E queremos fazer mais. Mas para isso também precisamos ter melhores condições em vários sentidos, da infraestrutura ao Custo Brasil", escreve Capoani.

Grande parte das solicitações do CIC-BG dizem respeito à infraestrutura nas estradas da região e às reformas para desburocratizar o país, principalmente na questão tributária. A pauta ainda traz temas de turismo, mobilidade e qualificação profissional.

Na oportunidade, Capoani fez, também, a entrega de outros dois documentos. Um deles representou os interesses do setor vinícola, trazendo o pleito de 30 Municípios Vitivinícolas do Rio Grande do Sul pela Zona Franca da Uva e do Vinho. Outro foi o documento com as propostas do movimento Reage Brasil – Testagem pela Vida, do qual o CIC-BG é um dos instituidores.

O CIC-BG assinou, ainda, documento entregue pelo CICs Serra, com demandas propostas por 16 associações representatividades de classe da Serra gaúcha. Esse documento foi entregue pelo presidente da CICs Serra, Elton Paulo Gialdi, também Presidente do Conselho Superior do CIC-BG. O empresário também participou da audiência com o presidente Bolsonaro.

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

CIC-BG entrega pauta de reivindicações ao Presidente Jair Bolsonaro

Um dossiê, com documentos contendo reivindicações para sanar alguns dos gargalos mais caros à Serra gaúcha e, também, fomentar o desenvolvimento macro da região, foi entregue, pessoalmente, pelo presidente do Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC-BG), Rogério Capoani, ao presidente da República, Jair Bolsonaro. O ato ocorreu na noite de 09 de julho, sexta-feira, em visita do Chefe da Nação ao município de Bento Gonçalves. O encontro ocorreu na vinícola Miolo, no Vale dos Vinhedos, em  audiência reservada para a qual o presidente Capoani foi convidado.

Na Carta assinada pelo CIC-BG, Capoani saúda a visita da maior autoridade do país a Bento Gonçalves – a segunda em menos de dois anos – e reforça o desejo de a Serra contribuir ainda mais com o desenvolvimento do país. Para isso, no entanto, pede a compreensão do presidente para atender a alguns pontos centrais dos setores produtivos. "Nesta terra que tanto se trabalha, que tanto contribui em impostos com seus polos moveleiro e vinícola, sabemos que podemos fazer mais. E queremos fazer mais. Mas para isso também precisamos ter melhores condições em vários sentidos, da infraestrutura ao Custo Brasil", escreve Capoani.

Grande parte das solicitações do CIC-BG dizem respeito à infraestrutura nas estradas da região e às reformas para desburocratizar o país, principalmente na questão tributária. A pauta ainda traz temas de turismo, mobilidade e qualificação profissional.

Na oportunidade, Capoani fez, também, a entrega de outros dois documentos. Um deles representou os interesses do setor vinícola, trazendo o pleito de 30 Municípios Vitivinícolas do Rio Grande do Sul pela Zona Franca da Uva e do Vinho. Outro foi o documento com as propostas do movimento Reage Brasil – Testagem pela Vida, do qual o CIC-BG é um dos instituidores.

O CIC-BG assinou, ainda, documento entregue pelo CICs Serra, com demandas propostas por 16 associações representatividades de classe da Serra gaúcha. Esse documento foi entregue pelo presidente da CICs Serra, Elton Paulo Gialdi, também Presidente do Conselho Superior do CIC-BG. O empresário também participou da audiência com o presidente Bolsonaro.

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )