BM News

Camerini e Tesser disputam preferência do eleitor em nova enquete em Bento

A prioridade da população bento-gonçalvense segue sendo a saúde, educação, pavimentação e segurança pública

Uma enquete de intenção de voto realizada em Bento Gonçalves entre os dias 28 de agosto e 3 de setembro coloca novamente Moacir Camerini (PSB) e Volnei Tesser (Cidadania) na disputa da preferência do eleitor na corrida à Prefeitura Municipal. As eleições ocorrem no dia 15 de novembro. Tesser é o pré-candidato que menos tem rejeição entre sete nomes colocados a disposição. Camerini e a atual gestão que apoiará Diogo Siqueira tem a maior rejeição.

A enquete ouviu 780 pessoas nos bairros Centro, Jardim Glória, Municipal, Juventude, Tancredo Neves, Botafogo, Santa Helena, Fátima, Eucaliptos, Barração, Vila Nova, Vila Nova II, Vila Nova III, São Francisco, São Roque, Zatt e Ouro Verde. No interior foram ouvidas pessoas no distrito de Tuiuty e Faria Lemos.

O cenário, que envolve sete candidatos, configura empate técnico entre os dois primeiros candidatos, considerando a margem de variação da enquete. Moacir Camerini (PSB) aparece em primeiro com 22.4%, seguido por Volnei Tesser (Cidadania), com 22.1%; Diogo Siqueira (PSDB), com 18.9%; Alcindo Gabrielli (MDB) com 13.3%, Paulo Caleffi (PSD) com 12.9%, Álvaro Becker (DEM) com 4.9% e Volmar Giordani (PRTB) com 2%.. Do total de entrevistados, 3.5% não sabem ou não responderam.

O cenário de rejeição da população em geral, coloca na liderança o pré-candidato Moacir Camerini (PSB) com 32.8%, seguido pelo representante da atual administração, Diogo Siqueira com 23.5%. Já o ex-prefeito Alcindo Gabrielli (MDB) teve a rejeição de 17.6% dos entrevistados. O delegado Álvaro Becker (DEM) aparece com 14.6% seguido de Volmar Giordani (PRTB) com 5.6%, do empresário Paulo Caleffi (PSD) que teve a rejeição de 4.8% e o gestor público e empresário Volnei Tesser (Cidadania) que aparece apenas com 1.1% de rejeição.

A prioridade da população bento-gonçalvense segue sendo a saúde, educação, pavimentação e segurança pública. A enquete buscou inserir nomes que são citados de forma frequente pela imprensa como candidatos à Prefeitura de Bento Gonçalves em 2020.

As eleições estão confirmadas: 1º tuno em 15 de novembro. Mesmo com pandemia, o pleito está confirmado, agora também com a confirmação de uma hora a mais para o horário de votação, que, neste ano, será das 7h às 17h. 

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Camerini e Tesser disputam preferência do eleitor em nova enquete em Bento

Uma enquete de intenção de voto realizada em Bento Gonçalves entre os dias 28 de agosto e 3 de setembro coloca novamente Moacir Camerini (PSB) e Volnei Tesser (Cidadania) na disputa da preferência do eleitor na corrida à Prefeitura Municipal. As eleições ocorrem no dia 15 de novembro. Tesser é o pré-candidato que menos tem rejeição entre sete nomes colocados a disposição. Camerini e a atual gestão que apoiará Diogo Siqueira tem a maior rejeição.

A enquete ouviu 780 pessoas nos bairros Centro, Jardim Glória, Municipal, Juventude, Tancredo Neves, Botafogo, Santa Helena, Fátima, Eucaliptos, Barração, Vila Nova, Vila Nova II, Vila Nova III, São Francisco, São Roque, Zatt e Ouro Verde. No interior foram ouvidas pessoas no distrito de Tuiuty e Faria Lemos.

O cenário, que envolve sete candidatos, configura empate técnico entre os dois primeiros candidatos, considerando a margem de variação da enquete. Moacir Camerini (PSB) aparece em primeiro com 22.4%, seguido por Volnei Tesser (Cidadania), com 22.1%; Diogo Siqueira (PSDB), com 18.9%; Alcindo Gabrielli (MDB) com 13.3%, Paulo Caleffi (PSD) com 12.9%, Álvaro Becker (DEM) com 4.9% e Volmar Giordani (PRTB) com 2%.. Do total de entrevistados, 3.5% não sabem ou não responderam.

O cenário de rejeição da população em geral, coloca na liderança o pré-candidato Moacir Camerini (PSB) com 32.8%, seguido pelo representante da atual administração, Diogo Siqueira com 23.5%. Já o ex-prefeito Alcindo Gabrielli (MDB) teve a rejeição de 17.6% dos entrevistados. O delegado Álvaro Becker (DEM) aparece com 14.6% seguido de Volmar Giordani (PRTB) com 5.6%, do empresário Paulo Caleffi (PSD) que teve a rejeição de 4.8% e o gestor público e empresário Volnei Tesser (Cidadania) que aparece apenas com 1.1% de rejeição.

A prioridade da população bento-gonçalvense segue sendo a saúde, educação, pavimentação e segurança pública. A enquete buscou inserir nomes que são citados de forma frequente pela imprensa como candidatos à Prefeitura de Bento Gonçalves em 2020.

As eleições estão confirmadas: 1º tuno em 15 de novembro. Mesmo com pandemia, o pleito está confirmado, agora também com a confirmação de uma hora a mais para o horário de votação, que, neste ano, será das 7h às 17h. 

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )